Notícias da semana

Uma seleção de reportagens sobre governança corporativa e temas de interesse, publicadas nos principais veículos de imprensa

  • 07/06/2019
  • IBGC
  • Na mídia

Reflexões sobre a responsabilidade de administradores 

Em sua coluna na revista Capital Aberto, Henrique Luz, presidente do conselho de administração do IBGC, reflete sobre a responsabilização de administradores. Na sua avaliação, investigações como a Lava Jato espalham frutos positivos pela sociedade, mas também exigem outras reflexões. Uma delas é sobre as diferenças que marcam os cargos de conselheiro de administração e de diretor estatutário. Pela Lei das S.As., ambos são denominados “administradores” e estão sujeitos às mesmas regras. Na prática, no entanto, os profissionais atuam de forma distinta – e isso também deve ser levado em conta na análise de descumprimento de deveres fiduciários. 

Reguladores se unem para ativar mercado de capitais

De olho em uma agenda crescente para o mercado de capitais brasileiro, o Banco Central, a Comissão de Valores Mobiliários (CVM), a Superintendência de Seguros Privados (Susep) e representantes do Ministério da Economia lançaram a "Iniciativa de Mercado de Capitais", durante evento em São Paulo. A ideia é destravar pleitos antigos e novos de agentes do setor, como instituições, empresas e investidores.

Associação lança código de autorregulação para orientar governança de fundos de pensão

A Associação Brasileira de Entidades Fechadas de Previdência Complementar (Abrapp) lançou um código de autorregulação e governança complementar para fundos de pensão. A iniciativa busca orientar as regras de governança corporativa em fundações e regimes próprios de previdência, segundo o Estadão. As recomendações passam pela formação de regimes internos e códigos de ética.  

Como CEOs veem responsabilidade social e ambiental de suas empresas

Recentes tragédias como o rompimento da barragem da Vale em Brumadinho (MG) resultaram em questionamentos dos CEOs sobre o impacto social e ambiental causado pelas companhias no país. “Existem perdas não mensuradas por falta de atenção, mas a administração equivocada corta custos onde não deveria, porque está presa a uma visão de curto prazo”, explicou o professor de Liderança e Cultura Organizacional da Fundação Getulio Vargas (FGV), Marco Tulio Zanini.

Via Varejo aprova fim da “pílula de veneno”

Na última terça-feira (4), os acionistas da Via Varejo alteraram o estatuto social da companhia para abolir a chama “pílula de veneno”. Com a justificativa de facilitar a venda da fatia do Pão de Açúcar na empresa, a mudança extingue a vinculação da compra de participação acima de 20% do capital da companhia à obrigatoriedade de realização, por parte do adquirente, de uma oferta aos demais acionistas minoritários no prazo de até 60 dias.

Embora bem intencionada, MP 881 sofre com inconsistências

Com tom de liberdade econômica para o setor privado, a Medida Provisória (MP) 881 chega sugerindo mudanças significativas que devem segurar a intervenção estatal nas iniciativas empresariais. Apesar do mérito, reportagem da Capital Aberto aponta que a proposta apresenta um texto frágil, com algumas imprecisões. 

Brasil tem três escolas de negócios entre as melhores do mundo

A Fundação Dom Cabral (FDC), o Insper e a Fundação Getulio Vargas (FGV) foram selecionadas pelo ranking global anual de melhores cursos de educação executiva do jornal britânico Financial Times. A mineira FDC ficou com a décima posição da lista, seguida pelas paulistas Insper (42ª) e FGV (71ª).

Companhias criam programas para recrutar negros

Grandes companhias como Google e Microsoft estão preparando programas de recrutamento para garantir mais profissionais negros em suas equipes. As ideias contadas pelo jornal Valor Econômico preveem ações que vão desde a contratação de estagiários até o desenvolvimento de projetos específicos para esse público.


Confira as últimas notícias do Blog IBGC