IBGC lança publicação com foco no papel dos conselhos na inovação das companhias

Nova edição da série IBGC Orienta reforça reflexões sobre evolução tecnológica e disrupção no ambiente corporativo

  • 05/11/2019
  • Equipe IBGC
  • Eventos

Patricia, Souza, Inês e Genesini durante o lançamento da publicação na sede do Santander, em São Paulo. Foto: Pamela Maranhão

Com apoio do Santander, o IBGC lançou na terça-feira (5 de novembro) uma nova publicação da coleção IBGC Orienta. Em O papel do conselho de administração na inovação das organizações, a Comissão de Estratégia do instituto, sob coordenação de Eliana Camargo, explorou temas como evolução tecnológica e disrupção, inovação como estratégia corporativa e governança da inovação.

“Como compatibilizar a inovação e o legado de uma organização de 100 anos com as expectativas das novas companhias e das novas gerações?”, questionou o presidente do conselho de administração do IBGC, Henrique Luz, durante a abertura do evento de lançamento da publicação na sede do banco, em São Paulo.

Na ocasião, o presidente do Santander, Sérgio Rial, falou da inovação como um grande desafio que não exige, necessariamente, um protagonismo do conselho de administração ou da alta direção das companhias. “Inovação é acima de tudo algo que gera uma inquietação permanente na cultura de uma organização como um todo”, defendeu. 

Para Rial, os conselhos enfrentam um momento de redesenho de suas funções e devem olhar todas as empresas como se fossem startups. “A atitude provocadora, a inquietação, o questionamento, o olhar para o futuro dessas novas empresas deve inspirar a postura dos conselheiros daqui para frente”, afirmou.

Durante o lançamento, participaram de um breve debate sobre o tema o presidente do conselho de administração do Santander, Álvaro de Souza, a conselheira independente, Inês Ferreira de Souza, e o conselheiro e mentor em diversas empresas, Silvio Genesini, mediados pela vice-presidente executiva de Comunicação, Marketing, Relações Institucionais e Sustentabilidade do Santander, Patricia Audi. 

A publicação discute assuntos como a definição de políticas de inovação, estrutura organizacional para a inovação, exemplos de métricas para mensurar o sucesso de programas, além de características da liderança para uma organização inovadora. 

Quer saber mais? Baixe o conteúdo completo no Portal do Conhecimento do IBGC

Confira as últimas notícias do Blog IBGC

Notícias da semana: conselhos devem levar a sério as questões ASG

Notícias da semana: conselhos devem levar a sério as questões ASG

21/02/2020

Artigos trazem reflexões sobre a importância dos temas para o futuro das organizações; veja essa e outras matérias

Saiba mais
“Avanço da remuneração dos conselheiros espelha amadurecimento do mercado”

“Avanço da remuneração dos conselheiros espelha amadurecimento do mercado”

21/02/2020

Para gerente de Pesquisa e Conteúdo do IBGC, Luiz Martha, hoje há um entendimento maior sobre as responsabilidades e os riscos assumidos pelos conselheiros

Saiba mais
IBGC abre audiência pública para publicação sobre boas práticas em estatais

IBGC abre audiência pública para publicação sobre boas práticas em estatais

20/02/2020

Documento consolidará recomendações para empresas públicas e sociedades de economia mista

Saiba mais
Disrupção para conselheiros; conheça três fatores essenciais para garantir inovação

Disrupção para conselheiros; conheça três fatores essenciais para garantir inovação

19/02/2020

Relatório da EY aponta o que não pode faltar na construção de estratégias de longo prazo

Saiba mais
Arbitragem e seus dogmas

Arbitragem e seus dogmas

18/02/2020

Artigo de Gustavo Moraes traz reflexão sobre a real eficácia da arbitragem em matéria societária adotada no Brasil

Saiba mais
“Diversidade, engajamento e cultura devem constar na avaliação de executivos”

“Diversidade, engajamento e cultura devem constar na avaliação de executivos”

17/02/2020

Para CEO da Spencer Stuart, Fernando Carneiro, remuneração está longe de ser o item mais importante das discussões sobre desempenho

Saiba mais