Michelle Squeff assume coordenação geral do Capítulo Rio Grande do Sul

Advogada fala de suas expectativas para o mandato no IBGC até 2022

  • 06/09/2019
  • Equipe IBGC
  • Bate-papo

Com uma trajetória profissional permeada pela temática da governança corporativa, a advogada Michelle Squeff assume agora um novo desafio: a coordenação geral do Capítulo Rio Grande do Sul, a mais antiga das regionais do IBGC, criada em 2002. 

Nos últimos dois anos, Michelle somou esforços à coordenação de Leonardo Wengrover na região participando da criação de fóruns temáticos locais, de palestras mensais e seminários regionais. Ela também integrou jornadas técnicas do IBGC ao Vale do Silício, nos Estados Unidos, e à Israel, além de participar constantemente de atividades do instituto em São Paulo.

Para dar início a uma série de entrevistas com os novos coordenadores-gerais de Capítulos do IBGC, Michelle falou ao Blog de suas expectativas para o mandato que vai até 2022. Acompanhe:

IBGC: Qual o estágio de desenvolvimento em governança corporativa das empresas da região? Como o IBGC pode ajudá-las?

Michelle Squeff: A recente pesquisa do IBGC Métrica de Governança Corporativa – Os caminhos trilhados pelas empresas de capital fechado apurou as práticas mais evidentes de governança nas mais de cem empresas participantes. Pela amostra, 31% das empresas respondentes encontram-se em estágio embrionário de governança, 24% em estágio inicial, 35% em estágio intermediário e apenas 10% em estágio avançado de governança corporativa. Embora a referida publicação não tenha dados estratificados por região, estimo que os percentuais do Rio Grande do Sul não destoem dessa realidade, portando, acredito que cerca de metade das empresas gaúchas encontrem-se em estágio embrionário ou inicial de governança corporativa, o que indica que ainda temos um longo trabalho pela frente. 

Além disso, o perfil das empresas gaúchas é fundamentalmente composto por empresas familiares, e essas empresas enfrentam desafios comuns apontados na publicação Governança da Família Empresária, quais sejam: perpetuar a identidade familiar, ter uma estratégia para liquidez, reforçar a união familiar, trabalhar a dinâmica das relações, promover a retenção dos talentos externos à família, trazer inovação para a empresa, formar as próximas gerações e implementar um processo de sucessão.  

O IBGC pode contribuir mapeando os cenários – para o que é fundamental incentivar a adesão das empresas à Métrica de Governança –, além de seguir promovendo a disseminação das melhores práticas para todas as organizações do Estado, independentemente da natureza jurídica, porte ou segmento, demonstrando que estruturas, documentos e práticas de governança – não apenas na aparência, mas na sua essência -  criam valor para o acionista e também para toda a cadeia de stakeholders.

Quais as suas expectativas de trabalho e projetos para o Capítulo Rio Grande do Sul?

O Capítulo Rio Grande do Sul cresceu bastante nos últimos dois anos, aumentando o número de associados e a quantidade de eventos. Pretendemos consolidar as ações e iniciativas já em andamento, qualificando cada vez mais os encontros, aproximando novos associados e reforçando os laços com as entidades parceiras. 

Quais ações vocês já têm em andamento? 

A agenda do IBGC no Rio Grande do Sul para este ano contempla 40 eventos. Mensalmente, realizamos nossos talk hours, eventos com duas horas de duração, com palestras sobre temas variados, apresentações de cases empresariais e publicações do IBGC. Em 2019, esses talk hours abordaram governança para estatais, responsabilidade de conselheiros de administração, jornadas técnicas, governança para startups & scale-ups, empresas familiares e ainda cases de empresas como Tondo S/A, AEL Sistemas e Gerdau. 

Além disso, desde 2017, temos também nossos fóruns temáticos, que são programas de três a seis encontros anuais, baseados nas publicações do IBGC e dirigidos aos diferentes perfis de associados do IBGC. Os encontros seguem uma metodologia padrão, mesclando exposição de conteúdo com atividades práticas, sempre valorizando as experiências e vivencias dos próprios integrantes dos fóruns. 

Em 2019, já tivemos o II Fórum Secretaria de Governança, o II Fórum de Conselheiros de Administração Independentes, o II Fórum Mulheres em Conselhos, o I Fórum Compliance, realizado em parceria com a Federação de Entidades Empresariais do RS (Federasul), e o I Fórum de Governança para Terceiro Setor, realizado em parceria com a Associação Brasileira de Recursos Humanos (ABRH). Também está no nosso planejamento o II Fórum Governança Corporativa para Empresas Familiares, o III Fórum de Governança Familiar e lançar o I Fórum Governança Corporativa Nova Economia. Vislumbramos nos fóruns uma maneira de engajar os associados do Capítulo RS. 

Fechando nosso ciclo anual, teremos o 5º Seminário Governança Corporativa IBGC, em parceria com a Câmara Americana (Amcham), a ser realizado no próximo dia 31 de outubro em Porto Alegre, no teatro da Universidade do Vale do Rio dos Sinos (Unisinos).  Esse hoje já é o terceiro mais importante evento de governança corporativa do país e deve reunir, em 2019, mais de 400 pessoas, incluindo conselheiros, executivos C-Level, acionistas e membros de empresas familiares. 

Confira as últimas notícias do Blog IBGC

E por falar em Canadá

E por falar em Canadá

05/12/2019

Artigo do grupo de estudos que antecede a jornada técnica do IBGC para o Canadá em 2020 traz curiosidades sobre o país

Saiba mais
Notícias da semana

Notícias da semana

05/12/2019

Acompanhe as principais notícias e reportagens sobre governança corporativa publicadas pela imprensa brasileira

Saiba mais
Partidos políticos foram protagonistas em todos os problemas  de governança e gestão pública

Partidos políticos foram protagonistas em todos os problemas de governança e gestão pública

04/12/2019

Ex-presidente da CVM e ex-candidado do Novo, Marcelo Trindade fala de movimentos suprapartidários e partidos políticos no Brasil

Saiba mais
“Tecnologias economicamente viáveis guiarão as empresas”

“Tecnologias economicamente viáveis guiarão as empresas”

03/12/2019

Para diretor da Siemens Brasil, José Borges, combinação de avanços é que trará mudanças para o mundo corporativo

Saiba mais
Cassio Spina lista quatro considerações sobre governança e startups

Cassio Spina lista quatro considerações sobre governança e startups

02/12/2019

Membro da Comissão de Startups e Scale-ups do IBGC detalha como a governança pode gerar valor em empresas inovadoras

Saiba mais
Canadá: um destino de governança corporativa, familiar e de inovação

Canadá: um destino de governança corporativa, familiar e de inovação

29/11/2019

Jornada técnica do IBGC passará por Toronto e Montreal e terá duas edições: 31 de maio a 5 de junho e 14 a 19 de junho

Saiba mais