Canadá: um destino de governança corporativa, familiar e de inovação

Jornada técnica do IBGC passará por Toronto e Montreal e terá duas edições: 31 de maio a 5 de junho e 14 a 19 de junho

  • 29/11/2019
  • Equipe IBGC
  • Bate-papo

Ricardo Lamenza, coordenador do grupo de estudos do IBGC sobre o Canadá 

Um mercado de capitais extremamente desenvolvido e o país-sede de algumas das maiores seguradoras do mundo. Essas são apenas duas das muitas vocações de sucesso corporativo do Canadá.

Eleito como destino da jornada técnica do IBGC em 2020 por seu profissionalismo na gestão da governança corporativa, o país é conhecido internacionalmente também como destaque no setor de mineração, em ações de inovação, engajamento do ambiente acadêmico e forte envolvimento com empresas familiares, que representam importante fatia da economia local.

Na coordenação do grupo de estudos que antecede a jornada do instituto para o país – Toronto e Montreal – no ano que vem, Ricardo Lamenza explicou que o Canadá desenvolveu uma metodologia de planejamento de destaque em governança. As edições da jornada canadense do IBGC acontecerão de 31 de maio a 5 de junho e de 14 a 19 de junho.

Economia

Semelhante à experiência brasileira, 90% das empresas canadenses são pequenas e desempenham um grande papel na criação líquida de emprego, sendo responsáveis por 80% das vagas do setor privado. Lamenza frisou que o Canadá está na lista dos 10 países menos corruptos do mundo, tanto no campo político quanto no social, o que cria um cenário favorável para a aposta em novos negócios que geram emprego e elevam a economia.

“Com uma cultura bancária conservadora e regulamentação rigorosa, o mercado financeiro canadense ficou conhecido por sua forte concentração”, comentou. “Lá, nenhum acionista pode deter mais de 20% das ações. Esta regra vale para os grandes bancos com capital superior a 7,5 bilhões de dólares canadenses. O objetivo desta diferenciação é fomentar a criação de pequenos bancos que, ao crescerem, devem diversificar sua composição acionária”, completou. 

No setor de mineração, o Canadá concentra 75% das empresas de mineração do mundo. “A lei canadense faz com que tanto a listagem em bolsa das empresas de mineração quanto o cumprimento de regulamentos federais sejam menos onerosos do que em outros centros financeiros, incluindo Londres e Nova York”, garantiu Lamenza. Trata-se do setor que mais contribui para a economia do país.

Estudo, tecnologia e diversidade

Lamenza detalhou ainda a área acadêmica como bastante ativa no Canadá, principalmente na Universidade de Toronto, com sua escola de pós-graduação e de Direito. Além disso, “no universo da inovação, os processos são regionais, com diversos locais espalhados pelo país voltados para pesquisas em tecnologia ou inteligência artificial”, pontuou. 

De acordo com ele, o Ministério da Inovação, Ciência e Desenvolvimento do país, com sede em Ottawa, foi criado para promover uma economia crescente e competitiva baseada no conhecimento. “Os canadenses têm uma cultura favorável para o empreendedorismo, considerado no país uma opção de carreira. O corredor Waterloo-Toronto, na região de Ontario, por exemplo, concentra atualmente mais de 15 mil empresas de tecnologia, 5,2 mil startups e 200 mil profissionais da área de tecnologia da informação.

O coordenador acrescentou que a remuneração dos professores é bastante diferenciada, superior até aos padrões internacionais, por isso, o ingresso na profissão é altamente seletivo. 

A diversidade também aparece como uma importante referência no país, exemplificada pela obrigatoriedade da presença de mulheres em conselhos de administração, de acordo com Lamenza. Além disso, a abertura do país a estrangeiros, em tempos de intensificação das barreiras para vistos nos Estados Unidos, tem consolidado o Canadá como uma alternativa para quem deseja expandir internacionalmente seu negócio — não só na área de tecnologia.

Inscrições abertas em 11 de dezembro

A partir das 9h do dia 11 dezembro, os associados interessados em participar da nova jornada técnica do IBGC para o Canadá devem se inscrever por meio de link a ser disponibilizado pelo instituto na próxima semana. O preenchimento das vagas será por ordem de inscrição. Haverá reserva de 40% das vagas para aqueles que ainda não participaram de jornadas técnicas do instituto. Mais informações pelo e-mail ana.lionetti@ibgc.org.br ou pelo telefone (11) 3185-4200.

Quer ter mais essa experiência com o IBGC? Fique de olho em nossos canais e inscreva-se!

Confira as últimas notícias do Blog IBGC

Goldman Sachs quer mais diversidade em conselhos

Goldman Sachs quer mais diversidade em conselhos

24/01/2020

Banco anunciou que recusará IPOs de companhias com apenas conselheiros brancos e heterossexuais

Saiba mais
Notícias da semana: barragem em Brumadinho não era a que mais preocupava a Vale

Notícias da semana: barragem em Brumadinho não era a que mais preocupava a Vale

24/01/2020

Ministério Público traz lista de barragens da Vale em “situação inaceitável de segurança”; Brumadinho não era uma delas. Veja essa e outras notícias

Saiba mais
Para Paulo Salles de Toledo, sigilo é a essência da atuação do CAC-Conduta

Para Paulo Salles de Toledo, sigilo é a essência da atuação do CAC-Conduta

24/01/2020

Conheça a atuação do colegiado do IBGC responsável pela administração de conflitos de interesse

Saiba mais
Menos passado e mais futuro

Menos passado e mais futuro

23/01/2020

Especialistas traçam perspectivas para os conselhos de administração em 2020

Saiba mais
BB, Cemig e Natura compõem ranking global das 100 empresas mais sustentáveis

BB, Cemig e Natura compõem ranking global das 100 empresas mais sustentáveis

23/01/2020

Brasileiras foram citadas em lista da revista canadense Corporate Knights

Saiba mais
Conselho do futuro e o balanço entre propósito e ROI

Conselho do futuro e o balanço entre propósito e ROI

21/01/2020

Subgrupo Conselho do Futuro, da Comissão de Conselho de Administração do IBGC, fala em responsabilidade social e socioambiental

Saiba mais